Saia do automático em 3 minutos!

Era uma vez um velho sábio. Tão sábio. Tão velho. Muitos gostariam de saber qual seu grande segredo para viver por tanto tempo, tão lúcido. Um dia perguntaram: “Velho sábio! Qual o segredo de tanta vida? Qual o segredo de viver tanto e tão bem?” O velho sábio respondeu: “Não morra!”

QUÊ?

Pois é… já pensou em quanto tempo perdemos quando deixamos tudo no automático? A conversa com a amiga, o tempo com seu filho, a comida que você prepara quando cozinha, as desculpas que você escreve e fala quando não precisa, a agressividade no tom de voz quando se dirige a alguém…

Quantas coisas você deixou de fazer ou mesmo apenas gastou energia porque estava no modo automático?

Pare e pense. Repense. Vá em frente a um espelho, agora, e se pergunte:

  • É isso que você quer?
  • Você está fazendo o que tem que fazer ou apenas sobrevivendo?
  • Por que você faz o que faz, da forma que faz?

O texto de hoje veio pra te acordar! Você não é o seu passado. E o seu futuro é muito melhor se você decidir: perdoar e amar, a si mesmo e o seu próximo! É uma escolha, uma decisão.

Não perca tempo alimentando sentimentos que te paralisam. Descobre o que é que te trava, e se destrave. A sua única concorrência, no final da sua vida, foi você mesmo. (EITA!)

Saia do modo automático. Faça mais. Viva mais. Perdoe mais (é LI-BER-TA-DOR)! Não carregue ninguém, mas sirva tantos quanto forem preciso, conforme aquilo que você já conseguiu se destravar. Mas se destrave primeiro! Não tenha um relacionamento tóxico com você mesmo. Não tenha um sentimento ruim de estimação, pra te consolar no final do dia. Você é maior do que tudo que já te disseram ou fizeram com você. Releia esta última frase. Você não perde em dar o seu melhor. O outro que perde por não te valorizar.

Vem viver o seu melhor! Não importa onde você está. Só importa o que você carrega na sua mente e na sua alma. Carregue e transborde amor a si mesmo e ao próximo. Aliás, quem ama a si mesmo, é tolerante com o seu próximo.

Ah! Compartilha esse texto com alguém que precisa ler isso! E salva ele no bloco de notas, no e-mail… E releia sempre que preciso.

Com carinho,

Equipe Espelho Rosa

Deixe uma resposta