Você se valoriza?

Que tal um exercício para fortalecer a sua autoestima?

Você já se sentiu desvalorizada? Já sentiu falta de amor por você mesma? 

Lidando com mulheres entre 30-50 anos desde 2017, tenho percebido um ponto em comum na história da maioria delas, que é a falta de amor próprio e a falta de se sentirem valorizadas, quer seja por si mesmas, quer seja por outras pessoas. Para piorar a situação, muitas mulheres sentem que tudo o que os outros são ou fazem é mais importante do que aquilo que elas têm ou fazem, chegando ao cúmulo de não se sentirem dignas sequer de um elogio ou reconhecimento.

Existem, ainda, muitas mulheres com depressão, ansiedade e vários outros problemas de saúde relacionados de certa forma com essa questão emocional, a qual ficou guardada no fundo da alma por anos. A sujeira, portanto, foi apenas colocada debaixo do tapete por anos a fio, até o ponto de aparecer num formato horrível.

Eu também passei por isso. Vivi uma história de baixa autoestima e adoecimento que quase me levou embora dessa vida perto dos 40. Mas, ao chegar nessa fase, decidi juntar os cacos que me restavam de autoestima e lutar para resgatar minha saúde física, emocional e espiritual.

Amiga, você precisa dar mais valor a quem você é, à sua história!! Quero, então, compartilhar com você uma sugestão de exercício para que você possa iniciar um processo de resgate de sua essência. Que fique bem claro que o que está sendo sugerido a seguir é meramente acessório, e que, se for o caso e, ainda, se houver necessidade, você pode e deve procurar apoio profissional.

Faça uma lista de 5 motivos pelos quais você é grata por ser você

Pequenas atitudes de gentileza para consigo mesma podem ter o poder incrível de mudar sentimentos negativos que você armazenava sobre si mesma. Ao fazer o exercício de olhar para si em busca de algo positivo na sua história, você pode, na verdade, estar dando início a um processo mais profundo de resgate de sua própria identidade, trazendo à luz aspectos que você talvez não enxergasse antes por estar tão envolvida em uma atmosfera negativa.

Transforme os 5 motivos acima em 5 afirmações positivas sobre si mesma

Por exemplo, se você escreveu que é grata por ser uma mulher forte, você pode transformar essa frase em algo mais ou menos assim: “Eu sou forte e corajosa!”. Você sabe que isso é real, então o seu cérebro não vai sabotar você e nem fazer você desacreditar do que está escrevendo.

Transcreva as afirmações positivas num post-it e cole-as num espelho no qual você se olha todos os dias

Cole esses post-its no espelho e repita as afirmações todos os dias, pelo menos 2 vezes ao dia (de manhã e de noite), olhando bem no fundo dos seus olhos. Sim, essa mulher incrível é você e você precisa tomar consciência disso! Você precisa mudar a forma de se enxergar!

Use a sua imaginação e escreva mais de 5 afirmações positivas. Se desejar, faça esse exercício durante 21 dias, pelo menos e continue, se fizer sentido.

Como tinha dito antes, eu também já sofri muito com a baixa autoestima. No processo de busca pela saúde física, parti para o resgate do amor-próprio, do autoconhecimento, e da valorização da minha história. Ao olhar com gratidão para aquilo que eu era, entendi que não precisava esperar que alguém me desse voz ou valor, eu já tinha uma voz e um valor. Eu entendi que não precisava renunciar à minha essência. E a cura começou a acontecer, assim que comecei a mudar o olhar que eu tinha para mim mesma.

E você? Como você está? Nunca é tarde demais para mudar a forma como você se enxerga e ressignificar a sua própria história.

Abraços!!

Patty Azevedo

Deixe um comentário