O que é a Ansiedade e Como controlá-la

ANSIEDADE, o mal do século. A ansiedade começa como um mal da mente e das emoções e pode culminar num grande mal físico, manifestado de diferentes maneiras, desde uma dor de cabeça, uma hipertensão até uma síndrome do pânico ou um AVC.

A ansiedade tem verdadeiramente matado pessoas e precisamos aprender a lidar com aquilo que pode desencadear esse processo em nós.

Mas, o que é a ansiedade?

ANSIEDADE é a desconexão com o presente e a conexão em excesso com o futuro. Nossa mente passa a se ocupar mais com coisas que ainda não aconteceram do que com aquilo que realmente está acontecendo HOJE.

Alguns pontos que podem contribuir para gerar ansiedade

Excesso de informações – nunca em toda a história da humanidade tivemos acesso tão rápido às informações quanto atualmente. Se por um lado isso é positivo, por outro lado isso pode ser perigoso, pois toda informação que consumimos tende a acionar um “Drive” mental no seguinte sentido: “tenho que fazer alguma coisa com essa informação amanhã”. Ou seja, se a informação que entrou não tiver uma aplicação, o excesso gera uma energia interna acumulada sob a forma de ansiedade.

O que podemos fazer para lidar com isso?

  • Tenha cuidado com o excesso de informações que entram em sua mente.
  • Tenha menos vias de entrada e mais vias de saída de informações. Como? Para cada informação nova, crie uma tarefa para que a informação flua.

Exemplo: conversar com alguém sobre algo que você aprendeu, escrever um texto, fazer um vídeo, executar algo concreto com aquela informação, etc.

  • Redes Sociais – como assim? Hoje as redes sociais se tornaram o lugar onde acompanhamos as “novelas” da vida real. Acompanhamos a vida de inúmeras pessoas e podemos cair na armadilha de nos compararmos aos resultados daquelas pessoas, e isso pode gerar em nós frustração e ansiedade. Porém, muitas vezes aquele resultado daquela pessoa é fruto de um processo longo e doloroso, que muitas vezes não é mostrado. O perigo mora quando colocamos em nós mesmos uma pressão por conta da comparação com os outros e nos desconectamos com quem está ao nosso redor e com nós mesmos, desencadeando ansiedade e frustração.

O que fazer?

  • Desconecte-se mais de redes sociais e conecte-se mais consigo mesmo e com quem está perto de você.
  • Estabeleça limites de tempo para ver as redes sociais. Deixe de seguir pessoas se isso faz você perder muito tempo e não tem nada a ver com seu propósito.
  • Desenvolva o hábito de fazer pausas para refletir e meditar sobre sua vida diariamente. Essa pequena ação conecta você com o PRESENTE e aprimora o seu AUTOCONHECIMENTO.

Foco nos resultados e não no processo

Na ânsia por alcançarmos resultados rápidos podemos cair na armadilha da ansiedade e da frustração por ignorarmos que tudo tem o seu tempo e o seu PROCESSO. Cada pessoa tem um processo específico, e resultados são consequências de processos. O excesso de comparação com outras pessoas (e seus resultados) sem a visão do processo pode trazer uma insatisfação crônica e instalar diversas crenças erradas, como a procrastinação, o desânimo, o sentimento de incapacidade.

O que fazer então, Patrícia?

  • Nunca se esqueça de que todo mundo tem um processo de vida. A natureza é processual. Você também tem o seu processo. Não se compare com ninguém.
  • Aprenda a apreciar as lições do processo. Cada trecho da caminhada tem uma lição diferente.
  • Desfrute o AGORA. Tenha calma e saboreie o momento. Quanto mais consciente você estiver do seu momento hoje, mais tranquilo será o seu processo e mais consistentes serão os seus resultados.

Estou torcendo por você!!! ❤️☀️🙌🏻

Patty Azevedo

Deixe uma resposta