Broches: Pra grudar em você

 

Feitos com pedras fake, mas muito semelhantes às preciosas, as bijuterias também têm seu valor e fazem bonito (apesar de hoje existirem peças que se assemelham às joias). São feitas com materiais diferenciados e custam aquele precinho que oh, não é nada camarada, freguesa!!!!! Porémmm, muitas valem o investimento.

Mas tudo bem, se você é aquela sortuda que herdou um broche chiquereeeeezimo de sua avó, bota ele pra jogo que agora é a hora.

Voltemos a história das bijus. Criadas no século XVIII, continuavam populares no século XIX e ganharam notoriedade nas mãos de nada mais nada menos que …. Chanel (1883-1971- Estilista. Gabrielle Bonheur Chanel, o apelido Coco surgiu aos 18 anos,  a partir de uma música que ela interpretava e foi dado pelos oficiais franceses. Nascida em Saumur, França) e Schiaparelli (1890-1973-Estilista. Elsa Schiaparelli. Nascida em Roma, Itália, e sem apelido, que pena!!).

Transformadas, as bijus deixaram de ser item de segunda classe. Estão na crista da onda. Antigo isso, né?! (rs…)

E o  broche tem seu momento fênix, ou seria Highlander ??? Tô confusa (rs…) Enfim, ele ressurgiu das cinzas (ou da penteadeira da vovó), lindo e belo ele veio pra ficar assim, agarradinho em você.

Pode ser do mais elaborado com pedrarias até o mais despojado, colorido ou  engraçadinho.

PicsArt_06-23-08.03.29

 

Traz um ar sofisticado e chic aquela sua peça que estava esquecidinha lá no fundo do closet (pobrezinha!), além de mostrar que você está antenada.

Ah, uma dica: você pode usar  vários broches misturados e em diversas partes da roupa: na altura do ombro, na gola ou onde sua criatividade permitir.

 

PicsArt_06-23-08.04.33

PicsArt_06-23-08.06.07

Escolha o seu e abuse dessa tendência!

Até quinta… ♥

 

Fabi Basilio.

 

 

Deixe uma resposta