Utilidade pública: surto de Febre Amarela, onde VACINAR!

Olá meninas! Tudo bem? Caso tenham assistido jornal por esses dias, puderam ver que existe um surto de Febre Amarela pelo nosso Brasil.  Então vamos falar um pouquinho sobre essa doença?

O que é? A Febre amarela é uma doença de curta duração, dura em média 10 dias, causada por um vírus. Cada organismo reage a ela de forma variável, daí a possível gravidade da doença. É mais comum na América do Sul e África.

Os sintomas são: febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, icterícia (a pele e os olhos ficam amarelos) e hemorragias (de gengivas, nariz, estômago, intestino e urina).

〉 O que eu preciso saber sobre o surto:

Se trata de um surto do vírus silvestre. Em teoria, o virus não chegou nas cidades ainda, está focado em áreas rurais. O que tem acontecido é a migração de pessoas doentes dessas áreas para tratamento nas grandes cidades, o que sim, pode ser um fator de risco.

〉 Como se transmite?

A  febre amarela  só é transmitida pela picada dos mosquitos transmissores infectados. O aedes aegypti é o transmissor da febre amarela nas cidades.  Porém o vírus circulante no momento é o silvestre, transmitido pelas espécies haemagogus e sabethes. Prevenir esse mosquito é impossível porque faz parte da natureza e são seres silvestres. A transmissão de pessoa para pessoa não existe.

〉 Como tratar?

Não existe  tratamento específico para a doença. O tratamento é apenas para os sintomas e requer cuidados na assistência ao paciente que, sob hospitalização, deve permanecer em repouso com reposição de líquidos e das perdas sanguíneas, quando indicado.  Nas formas graves, o paciente deve ser atendido numa Unidade de Terapia Intensiva. Se o paciente não receber assistência médica, ele pode morrer.

〉 Como se prevenir?

A única forma de evitar a febre amarela silvestre é a vacinação contra a doença. A vacina é gratuita e está disponível nos postos de saúde em qualquer época do ano.

Ela deve ser aplicada 10 dias antes da viagem para as áreas de risco de transmissão da doença. Pode ser aplicada a partir dos 9 meses e é válida por 10 anos. A vacina é contra-indicada a gestantes, imunodeprimidos (pessoas com o sistema imunológico debilitado) e pessoas alérgicas a gema de ovo.

A vacinação é indicada para todas as pessoas que vivem em áreas de risco para a doença (zona rural da Região Norte, Centro Oeste, estado do Maranhão, parte dos estados do Piauí, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), onde há casos da doença em humanos ou circulação do vírus entre animais (macacos).

〉 E sobre o surto? O que devemos fazer?

Primeiro, olhe seu cartão de vacinas. E confira se TODAS as suas vacinas estão em dia.

〉 Uma pessoa sabe que há oito anos tomou algumas vacinas, mas não se lembra se entre elas está a de febre amarela. Pode se vacinar novamente?

Na dúvida, a recomendação é para se vacinar.

〉 Que tipo de reação a vacina pode provocar?

Pode haver reações no local da injeção, com febre e mal estar. Mas esses efeitos são raros.

〉 A  partir de quantos meses um bebê pode se vacinar?

O bebê pode ser vacinado a partir dos seis meses de idade, quando a criança reside em uma área em que há morte de macacos com suspeita de febre amarela e na área em que há casos de febre amarela silvestre.  Mas fora dessas situações, o calendário de vacinações indica a partir de nove meses de idade.

〉 A  doença se chama febre amarela por que quem a contrai fica obrigatoriamente com icterícia?

Não. A  icterícia é uma coloração amarelada que aparece na pele e nos olhos, que é uma característica da doença. Mas temos que lembrar que existem formas muito leves da doença que não chegam a formar a icterícia. Já a febre sim, essa acontece em todas as situações .

〉 A vacina não pode ser tomada por pessoas com baixa imunidade. Isso quer dizer que quem esteve doente há pouco tempo não pode tomar?

A vacina não é recomendável para pessoas que estão com baixa imunidade. Para quem esteve doente, depende de avaliação médica. Imunidade é quando a pessoa cuja defesa do organismo está em baixa. Mas geralmente as pessoas têm diagnostico por parte dos médicos que a acompanham. São aquelas pessoas que estão em tratamento de câncer, por exemplo, que estão tomando drogas imunosupressoras como corticóides com dosagens elevadas, algumas situações de portadores de HIV em que estejam com imunosupressão.

〉 Gestante pode tomar a vacina?

NÃO PODE. Existe contra indicação para a vacinação em gestante.

〉 Se você estiver de viagem marcada para alguma área de risco?  O que fazer?

Procure o centro de saúde o mais rápido possível, pois a imunização é garantida a partir de 10 dias após a vacinação. Viagens internacionais também exigem que a vacina esteja em dia. Se você já está em uma área considerada de risco, o ideal é que tome a vacina antes de voltar a sua cidade.

Veja os PONTOS de VACINAÇÃO!

Asa Norte
Centro de Saúde Nº11 – SGAN 905
Centro de Saúde Nº12 – EQN 208/408
Centro de Saúde Nº15 – Vila Planalto
Hospital Universitário de Brasília (HUB) –  L2 Norte Quadra 605
Centro de Saúde Nº13 – SQN 114/115
Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) –  SMHN, Área Especial
Lago Norte
Centro de Saúde Nº10 – SHIN QI 01/03
Centro de Saúde Nº 2 – Varjão
Cruzeiro 
Centro de Saúde Nº9 – Quadra  611, Lote 1
Centro de Saúde Nº14 – Área Especial
Hospital das Forças Armadas (HFA) – Cruzeiro Novo, Bloco A
Asa Sul
Centro de Saúde Nº1 (Hospital Dia) – W3 Sul Quadra 508
Centro de Saúde N°6 –  L2 Sul, Quadra 605
Centro de Saúde N°7 – L2 Sul, Quadra 612
Lago Sul
Centro de Saúde N°5 – QI 21, Área Especial
Hospital de Força Aérea de Brasília – Área Militar do Aeroporto
Guará
Centro de Saúde Nº1 – QE 06, Área Especial B
Posto Urbano Lúcio Costa – QELC 2/3 Lúcio Costa
Hospital Regional do Gurá (HRGu) – QI 06, Área Especial C
Centro de Saúde N°2 – QE 23, Área Especial, Lote C
Centro de Saúde N°3 – QE 38, Área Especial
Ceilândia 
Centro de Saúde N°1 – Área Especial 1
Centro de Saúde N°2 – QNN 15, Módulo F
Centro de Saúde N°3 – QNM 15, Módulo “D
Centro de Saúde N°4 – EQNN 16, Módulo F
Centro de Saúde N°5  – QNM 16, Módulo F
Centro de Saúde N°6 – EQNP 10/14
Centro de Saúde N°7 – QNO 10, Área Especial D/E
Centro de Saúde Nº8 – EQNP 13/17
Centro de Saúde Nº9 – EQNP 28/32
Centro de Saúde Nº10 – QNN 12, Área Especial 1
Centro de Saúde Nº11 – EQNO 17/18 Bloco H
Centro de Saúde Nº12 – QNQ 3 /4, Área Especial
Hospital Regional de Ceilândia (HRC) – QNM 28 – Ceilândia Sul
Sobradinho
Centro de Saúde N°1 – Quadra 14, Área Especial
Centro de Saúde N°2 – Quadra 3 Área Especial
Centro de Saúde N°3 – Rua AR, 13 Conjunto 7, Lote 1
Posto Rural Catingueiro
Posto Rural Córrego do Ouro
Posto Rural Engenho Velho
Posto Rural Rua do Mato
Posto Rural Nova Colina
Posto Rural Lago Oeste
Planaltina
Centro de Saúde N°1 – Quadra WL 4 Área Especial
Centro de Saúde N°2 – Área Especial entre vias NS1/XL4
Centro de Saúde N°3 – Av. Goiás, Q. 47 nº 308
Posto Rural Santos Dumont
Posto Rural Rajadinha
Posto Rural Tabatinga
Posto Rural Taquara
Posto Rural Rio Preto
Posto Rural São José
Posto Rural Pipiripau II
Posto Rural  Bica do Córrego Arrozal
Posto Rural Morumbi
Posto Rural Vale do Amanhecer
Posto Rural Arapoangas
Posto Rural Estância I
Posto Rural Roriz
Brazlândia 
Centro de Saúde N°1 – Quadra 6/8, Setor Norte
Paranoá
Centro de Saúde Nº1 – Quadra  21, Área Especial
Hospital Regional do Paranoá – Quadra 2, Área Especial
São Sebastião
Unidade Mista de São Sebastião – Quadra 2 área especial
Posto de Saúde da Família – Nova Betânia ( Zona Rural)
Núcleo Bandeirante 
Centro de Saúde Nº2 – 3ª Avenida, Área Especial 3
Candangolândia
Centro de Saúde Nº1 – EQ 3/5 Área Especial
Riacho Fundo
Posto de Saúde Riacho Fundo 1 – QN7, Área Especial 9
Gama
Centro de Saúde N°1 – Setor Sul, Quadra 6, Área Especial
Centro de Saúde N°2 – Quadra 11 Lotes A/D, Setor Sul
Centro de Saúde N°3 – Setor Leste, EQ 3/5
Centro de Saúde N°4 – Setor Leste, EQ 39/40
Centro de Saúde N°5  – Setor Central, Quadra 38, Área Especial
Centro de Saúde N°6 – Setor Oeste, EQ 12/16
Santa Maria 
Centro de Saúde N°1 – Quadra 307 – Área Especial
Centro de Saúde N°2 – EQ. 217 / 317 e 218 / 318 Lote E, Santa Maria Norte
Recanto das Emas 
Centro de Saúde N°1 – Quadra 307 – Área Especial 6 Conjunto D
Centro de Saúde N°2 – Quadra 102, Área Especial
Taguatinga
Centro de Saúde N°1 – QNG Área Especial 18/19
Centro de Saúde N°2 – QND, Área especial, Praça do Bicalho
Centro de Saúde N°3 – QNL 1 A/E 2
Centro de Saúde N°4 – QNC A/E Lote 16
Centro de Saúde N°5  – Setor D Sul, Área Especial 23
Centro de Saúde N°6 – Setor C – Sul, Área Especial Nº 1
Centro de Saúde N°7 – QNM 36, Área Especial 10
Centro de Saúde Nº8 – QNL 24
Hospital Regional de Taguatinga (HRT) – Setor C Norte AE 24
Samambaia
Centro de Saúde N°1 – QR 408
Centro de Saúde N°2 – QR 611
Centro de Saúde N°3 – QR 429
Centro de Saúde N°4 – QR 512

É isso meninas, tomem cuidado, usem repelente, confiram o cartão de vacina de vocês, dos filhotes e do marido/namorado, pois esses raramente se lembram disso.

A vacina é gratuita. No momento podem encontrar filas, pois a procura está sendo grande, mas não desistam tá. Sua saúde vale mais que umas horas na fila. Cuidem-se.

Qualquer dúvida, podem perguntar por aqui que eu respondo ok.

Sugestões de posts e assuntos do interesse também, basta comentar que terei o maior prazer em responder.

Beijos da enfermeira

Camilla Mota

Siga o Espelho Rosa no Instagram @espelhorosa

Fonte: Ministério da Saúde

 

 

Deixe uma resposta