Ovo: comer só a clara ou a gema também?

A gema do ovo é rica em carotenoide (um corante natural de cor laranja) que é um precursor de vitamina A (vitamina importante para a saúde da pele, olhos e cabelo). Além deste nutriente, a gema também é rica em Vitamina D, E, B1, B2, B6, B12 e ácido fólico. É fonte também de alguns minerais: ferro, fósforo, potássio e magnésio. É rica em colina (um elemento essencial da vitamina B, que está associada a uma melhor função neurológica e redução de inflamação) e gordura boa (GLA).

Com todos estes componentes importantes, porque então excluir a gema? O ovo só não deve ser consumido com a gema caso você tenha alguma doença grave ou alergia que impeça o seu consumo. Se há uso de esteróides anabolizantes de forma abusiva, o consumo do ovo deve ser avaliado pois o consumo destes anabolizantes pode alterar o metabolismo dos lipídios em seu organismo. A quantidade que você pode comer de ovos por dia depende de, em um plano alimentar individualizado, quantos gramas de proteínas você precisa, entre outros fatores.

Fica a dica!

Marcelle Vieira – Nutricionista

Deixe uma resposta