Fome física x fome emocional – Você sabe a diferença?

Olá, tudo bem?

Hoje resolvi conversar sobre algo que vejo que é muito comum à maioria das pessoas e, especialmente, a nós, mulheres, que é a dificuldade de distinguirmos a fome física da fome emocional.

Para termos saúde, é necessário que nosso corpo e nossa mente estejam alinhados. A fome emocional pode ser o sintoma exterior de um problema mais profundo e de um bloqueio emocional. Já parou para pensar nisso?

Essa questão é bem mais profunda e merece ser tratada conjuntamente com profissionais qualificados, conforme o caso. Mas, a título de informação, seguem abaixo algumas dicas de como identificar em você mesma alguns sintomas de fome física e fome emocional e saber diferenciá-los. Encare como parte de um processo de autoconhecimento.

Sintomas de fome física:

  • O estômago dói;
  • A fome vai crescendo aos poucos e você sente sinais físicos dela;
  • Você não sente vontade de comer nenhum alimento específico, você quer comer algo que mate a fome, e pode ser qualquer coisa;
  • Há saciedade após comer.

Sintomas de fome emocional:

  • Você não sente sintomas físicos, necessariamente;
  • Desejo específico por certos tipos de alimento, como, por exemplo, chocolates, salgadinhos, etc.;
  • Sensação de urgência para comer;
  • Necessidade de comer em grandes volumes para se sentir saciada.

Nossa proposta aqui também é mostrar para você como tudo na nossa saúde é interligado: corpo, alma (mente e emoções) e espírito. Entenda que sentir fome emocional, muitas vezes, pode ser a manifestação exterior de algo muito mais profundo e que precisa ser tratado com mais carinho. Nós do Espelho Rosa estamos aqui pra ajudar você nessa jornada de autoconhecimento.

Grande abraço e muita saúde pra você!!

Patty Azevedo

Deixe uma resposta