Descanso como princípio

Uma das coisas que mais têm queimado o meu coração nos últimos meses para falar aqui tem sido sobre a importância do descanso. Vivemos imersos em uma cultura em que tudo é excessivo: a quantidade de informações, o nível de exigências, as demandas e responsabilidades.

Não bastasse isso, ainda colocamos em nós mesmos a cobrança por resultados exponenciais.

Porém, o perigo e a armadilha escondidos nessa cobrança residem no fato de que ela, muitas vezes, é motivada por um sentimento de comparação com pessoas que já alcançaram algum resultado significativo, porém não expõem o processo que elas mesmas viveram e que levou meses ou, até mesmo, anos.


Essa comparação tem adoecido as pessoas, gerando nelas um excesso de ansiedade e insatisfação com a própria vida, desconectando-as do agora e causando depressão ou ansiedade.

Entender o processo também diz respeito a entender a necessidade de pausas, de separar tempo para refletir e aprender, de regenerar a si mesmo física, mental e espiritualmente. O descanso é um princípio que preserva nossa vida, nossa saúde.

O descanso não é apenas sobre dormir, é sobre sair do ritmo hipnótico. Até a natureza descansa e nós também precisamos descansar.

Desejo que vc tenha saúde em 3D: corpo, alma (mente e emoções) e espírito.

Patty Azevedo

Deixe uma resposta