Dica de Livro que Ensina

Comunicação não-violenta” do Marshall B. Rosenberg.  O livro traz o uso da compaixão como ferramenta útil na comunicação. Marshall vai muito além de aperfeiçoar relacionamentos profissionais e pessoais. Eu ousaria dizer que seriam técnicas apaziguadoras. E por que não utilizá-las nas relações diplomáticas, conflitos religiosos, bélicos e também na nossa rotina diária? Longe de querer…

Que mãe você quer ser?

Escuto muito no meu círculo e nas redes que quando nasce uma mãe, nasce uma culpa. De fato, percebemos o quanto se exige das mães. Os padrões sociais chegam também às mães com as imposições sociais, de comportamento, de desejos e de posturas. Querem que a mãe seja a melhor cozinheira, cuidadora, profissional, amante e…

Sobre orgulhar-se de si

Esse post é diferente. Não vai ser sobre os meus sofrimentos durante a obesidade. Vai ser sobre a minha força durante essa fase. Foi durante a obesidade que eu me vi numa luta diária. Dias difíceis, dias melhores, dias de superação. Foi nesse período que eu me enxerguei capaz de sorrir mesmo na dor.  …

O que quer nascer?

Em períodos como o que estamos vivemos, em meio à crise da pandemia, estamos em meio a incertezas e medos. Nesses momentos, somos convidados a nos reinventar, convidados a questionar as formas que vivemos, que nos relacionamos e produzimos. A criatividade é uma aliada para lidar com o desafio. Somos constantemente impelidos a viver no…

Pelo o que você é grata/o?

A Gratidão tem sido muito falada como uma forte aliada da felicidade. Dessa vez, o senso comum acerta, a Ciência também traz evidências de que a gratidão nos permite extrair o benefício máximo de uma experiência positiva. Diante das pesquisas em Felicidade, alguns pilares estão envolvidos, dentre eles prazer e propósito estão em uma balança,…

O que te faz sorrir?

Lembrar de momentos felizes, memórias alegres e lembranças de superações nos trazem emoções positivas. Essa é uma boa estratégia a recorrer quando estivermos tristes ou angustiados com algum desafio. O nosso corpo sente as emoções dessas lembranças e ativa uma cascata fisiológica que promove uma melhora no bem-estar e na felicidade. Eu amo sorrir, sorrio…

123